fbpx

Passo a passo para negociar dívida na crise: 6 dicas para sair do vermelho

Pagar ou não pagar? Eis a questão que tem dado muita dor de cabeça para pessoas que já estavam com o nome sujo quando a crise provocada pelo coronavírus começou. E agora? O que é o melhor a fazer? Calma! Se a sua situação é essa, você veio ao lugar certo: no texto de hoje, a gente te ajuda a negociar dívida na crise. E tem mais: você não está sozinho nesta! A gente explica o por quê:

Apesar de todas as medidas praticadas pelo governo para dar liquidez e proteger a economia contra a atual crise, as finanças dos brasileiros não resistiram e o nível de endividamento aumentou com o reflexo da pandemia. Em maio, por exemplo, o número de famílias com dívidas foi de 66,5%, de acordo com os dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic).

O aluguel é apontado como uma das principais despesas fixas que pesam no bolso, e que virou motivo de negociação nos últimos meses, principalmente por receio de sofrer uma demissão ou ter o salário reduzido.

Um levantamento da Consultoria Consumoteca, realizado entre os dias 4 e 12 de maio com 2 mil pessoas, mostrou que 20% perderam o emprego e 15% se endividaram durante a pandemia. E qual é a melhor forma de negociar a dívida na crise? Vamos a alguns pontos!

Como negociar a dívida na crise

 Entenda suas dívidas

Se, mesmo antes da crise, você tinha dívidas pendentes é importante que você entenda tudo que precisa como prioridade. Portanto, registre tudo em uma planilha: luz, água, telefone, internet, crediário, cartão de crédito, financiamento, cheque especial, entre outros.

Depois de fazer um levantamento de todas as suas dívidas, você deverá priorizar o pagamento daquelas que têm taxas de juros mais altas, como empréstimos pessoais, crédito rotativo do cartão de crédito, aluguel e dívidas no cheque especial.

Atenção: é importante negociar ou quitar primeiramente essas dívidas primeiro porque são elas que, devido a taxa de juros, ficam cada vez maiores.

Faça uma proposta ao credor

Ao ter ciência sobre as principais dívidas, entre em contato com o credor o quanto antes para mostrar que você tem interesse em quitá-la.

Sendo assim, sinalize a opção mais viável de pagamento, com o valor e quantidade máxima de parcelas que cabem no seu orçamento. Se for possível realizar o pagamento à vista, verifique a possibilidade de reduzir a taxa de juros e conseguir condições especiais no acordo.

negociar dívida na crise

Tente negociar a dívida

Negociar dívida é um momento de troca e o credor tem tanto interesse quanto você no pagamento do valor. Então, durante a conversa, proponha soluções e alternativas para o pagamento da dívida. A negociação deve ser vantajosa para ambos.

Ao apresentar a proposta, é possível que ele ofereça uma contra-proposta. Para isso, a dica neste ponto é evitar aceitar condições que não estejam adequadas à sua situação financeira.

negociar dívida

Além disso, se restar alguma dúvida, não decida por impulso. Assim sendo, pense nas condições de pagamento e volte depois com uma contraproposta ou, se houver concordância, para assinar o contrato de negociação.

 Antes de propor, revise

Antes de aceitar qualquer ou oferecer qualquer proposta para negociar a dívida, é importante fazer as contas e verificar se as parcelas realmente se adequam ao seu orçamento.

Última dica: Consiga desconto para negociar a sua dívida em sites confiáveis

Quer negociar a sua dívida sem ter dor de cabeça? Consiga descontos em sites confiáveis! A Pherfiltec oferece soluções inovadoras para facilitar a quitação de dívidas, favorecendo a relação entre credores e consumidores. Você consegue resolver a sua dívida em apenas três passos simples: 

  • Consultando o seu CPF de graça
  • Escolhendo a melhor proposta par o seu bolso
  • E pagando: por boleto ou cartão de crédito

Ganhe até 85% de desconto para sair do vermelho! Clique aqui para saber mais.

Agora que você já tem um passo a passo para negociar a sua dívida começa o trabalho duro: é importante ter  ter muita organização, foco e disciplina para conter os gastos. Portanto, a mudança de hábitos é essencial após a negociação das dívidas.

Compartilhe:

Mais posts

Economizar em despesas mensais

Como economizar em despesas mensais: 4 dicas da Pherfiltec para você!

Um dos maiores desafios quando se trata de finanças pessoais é descobrir maneiras de gastar menos dinheiro. Uma das melhores maneiras de fazer isso é economizar em despesas mensais. Mesmo que algumas de nossas contas essenciais pareçam pequenas, elas têm um efeito cumulativo que pode ser enorme.  Para minimizar os impactos das contas mensais, muitas

aplicativos para economizar dinheiro

Conheça os melhores aplicativos para economizar dinheiro

Que o melhor caminho para manter uma vida financeira saudável é organizar o orçamento e manter os gastos sob controle, nós já falamos por aqui. E podemos apostar que você também já sabe que, para isso, economizar é sempre uma boa saída! Mas você sabia que existem aplicativos que te ajudam nessa missão? Atualmente, há

Dívidas

Como se livrar das dívidas: dicas práticas para limpar o nome

Se você tem visto as suas dívidas crescerem e não sabe como se livrar delas, não tome decisões precipitadas! Na ânsia para quitar as dívidas, muitas pessoas adotam medidas equivocadas e, acredite, acabam com mais contas para pagar… Por isso, continue acompanhando esse texto e descubra dicas práticas para limpar o nome! Uma coisa podemos

Como economizar dinheiro

Como economizar dinheiro em 3 passos simples!

Já estamos em junho e você está vendo o seu dinheiro voar mais rápido que os meses do ano? Então que tal conferir como economizar dinheiro em 3 passos simples? Com organização e pequenas mudanças de hábito, você pode deixar a sua vida financeira mais saudável e terminar o ano bem longe do vermelho! Continue

Rolar para cima