fbpx

Como impedir que as emoções prejudiquem as suas finanças

Se você acompanha os nossos conteúdos, já sabe que as dívidas podem causar sérios impactos à saúde. Mas você já parou para pensar em como as emoções podem estar relacionadas à forma que você gasta o seu dinheiro? Alguns sentimentos, sejam eles positivos ou negativos, podem ser prejudiciais ao seu orçamento.

Quantas vezes, em momentos de felicidade, você resolveu gastar um dinheiro que não tinha para comemorar? Ou, em momentos de tristeza, decidiu fazer uma comprinha como forma de agradar a si mesmo? Essas decisões por impulso costumam ser seguidas pela sensação de arrependimento, pois, muitas vezes, consomem recursos financeiros que não poderiam ser utilizados. 

Dessa forma, podemos dizer que as decisões por impulso, especialmente as motivadas por emoções à flor da pele, são inimigas da vida financeira saudável. E se você já se arrependeu de alguma decisão financeira tomada nesses momentos, venha com a gente aprender a identificar esses sentimentos e controlá-los para que eles não controlem mais o seu dinheiro! 

E se você ainda não cometeu nenhum desses erros, melhor ainda! Continue acompanhando o nosso artigo para passar ileso pelas decisões financeiras por impulso.

As 3 emoções mais perigosas para o seu dinheiro

Para evitar que você continue deixando as suas emoções interferirem nas suas finanças, vamos te contar quais são os 3 sentimentos mais prejudiciais para o seu orçamento.

Emoção número 1: Raiva

A raiva é uma emoção que tem o poder de criar um rombo no seu orçamento. Afinal, ela te faz sentir que você “merece” alguma coisa. E, quando se trata de dinheiro, isso pode trazer consequências sérias, a depender do tamanho da recompensa que você decide dar a si mesmo. 

A especialista em psicologia econômica, Vera Rita de Mello, demonstra essa situação com algo que ela chama de “efeito Jaque”. Esse efeito acontece quando você tenta compensar uma situação que te causou raiva ou algum tipo de estresse. Por exemplo, “já que eu perdi o ônibus, vou de uber”, ou “já que eu tive um dia cansativo de trabalho, vou pedir comida” e até “já que terminei o namoro, vou fazer compras”. 

Todas essas formas de compensação dependem de dinheiro e podem te fazer perder o controle das suas finanças. Ou seja, a raiva te faz tomar decisões por impulso e gastar o dinheiro que estava reservado para outros fins. Caso a emoção não seja controlada, os gastos impulsivos podem se tornar uma bola de neve e resultar em dívidas. 

Se você já se deixou levar pelos gastos impulsivos e está com dívidas em seu nome, que tal negociá-las para reorganizar as finanças? Com a Pherfiltec é seguro negociar as dívidas online e você pode fazer um acordo que se encaixe no seu bolso de forma rápida e fácil, sem sair de casa.

Emoção número 2: Inveja

A inveja, apesar de ser um sentimento ruim, é, de certa forma, natural. Desde que não seja prejudicial a outras pessoas, é claro! Afinal, como já dizia o ditado: “Inveja mata”. 

Mas, no sentido financeiro, a inveja pode matar as suas economias. De diversas formas, ter coisas que outras pessoas do seu grupo de convívio possuem gera a sensação de pertencimento. Contudo, caso você não tenha recursos financeiros para adquirir esses bens materiais, você pode acabar em uma cilada. 

O melhor a fazer é evitar compras desnecessárias e controlar os impulsos. Afinal, você não precisa trocar de celular a cada novo lançamento ou comprar novas roupas todos os meses, não é mesmo? Sempre tenha em mente o porquê você está fazendo as suas decisões financeiras. Caso seja para se encaixar, é bom repensá-las.

Emoção número 3: Ganância 

Talvez, inicialmente, você fique um pouco confuso com essa. Afinal, querer ganhar mais dinheiro é normal, certo? Entretanto, a ganância é uma emoção que pode te fazer meter os pés pelas mãos. 

Você provavelmente já recebeu – ou viu por aí – alguma proposta de ganhar dinheiro fácil, não é mesmo? Mas, se fosse fácil, todos seríamos ricos. A ganância pode te fazer não enxergar os riscos de certas apostas financeiras. Muitas pessoas, por exemplo, perdem muito dinheiro em esquemas de pirâmide ou investimentos que não são confiáveis e acabam com dívidas enormes.

Emoções

Como usar as emoções a seu favor 

As emoções citadas anteriormente não são, necessariamente, ruins. Você só precisa aprender a usá-las a seu favor! Quer ver só? 

A melhor forma de impedir que a raiva te prejudique financeiramente é com autocontrole. Contudo, se controlar nesses momentos não é fácil. Por isso, para ajudar, sempre se faça essas perguntas:

  • Quero?
  • Mereço?
  • Preciso?
  • Devo?
  • Posso?

Em momentos onde você quer descontar a raiva nos gastos, você provavelmente vai barrar a si mesmo em alguma das perguntas acima! E o melhor é que você pode usar essas perguntas em todas as compras, não só nas decisões por impulso.

Já a inveja pode se tornar um impulso para que você conquiste as próprias metas. Caso você conviva com alguém que tem o que você sonha em ter, que tal se inspirar para chegar lá? Ao invés de gastar o seu orçamento para consumir coisas que você ainda não tem recursos para consumir, você pode refletir sobre o porquê você quer essas coisas e como pode se planejar para conquistá-las. A pontinha de inveja pode se tornar um olhar de inspiração!

E a ganância, facilmente, pode se transformar em ambição. A única diferença entre as duas emoções é que o ganancioso apenas quer o dinheiro, já o ambicioso sabe porquê e para que ele quer esse dinheiro. Dessa forma, trabalha com foco para atingir os seus objetivos e não se deixa cair em situações prejudiciais para as suas finanças.

Compartilhe:

Mais posts

aplicativos para economizar dinheiro

Conheça os melhores aplicativos para economizar dinheiro

Que o melhor caminho para manter uma vida financeira saudável é organizar o orçamento e manter os gastos sob controle, nós já falamos por aqui. E podemos apostar que você também já sabe que, para isso, economizar é sempre uma boa saída! Mas você sabia que existem aplicativos que te ajudam nessa missão? Atualmente, há

Dívidas

Como se livrar das dívidas: dicas práticas para limpar o nome

Se você tem visto as suas dívidas crescerem e não sabe como se livrar delas, não tome decisões precipitadas! Na ânsia para quitar as dívidas, muitas pessoas adotam medidas equivocadas e, acredite, acabam com mais contas para pagar… Por isso, continue acompanhando esse texto e descubra dicas práticas para limpar o nome! Uma coisa podemos

Como economizar dinheiro

Como economizar dinheiro em 3 passos simples!

Já estamos em junho e você está vendo o seu dinheiro voar mais rápido que os meses do ano? Então que tal conferir como economizar dinheiro em 3 passos simples? Com organização e pequenas mudanças de hábito, você pode deixar a sua vida financeira mais saudável e terminar o ano bem longe do vermelho! Continue

Rolar para cima